Projeto Integrado para incorporar sustentabilidade sem acrescentar custos aos orçamentos dos projetos e obras

postado em: Matérias | 0

Não temos mais que convencer o mercado sobre as necessidades em relação à sustentabilidade técnica, econômica, social e ambiental. Sabemos que são uma questão de sobrevivência. Infelizmente, muitos ainda acreditam que edificações “verdes” custam mais. Isso acontece quando não há capacitação suficiente para entender aonde estão as reais deficiências em nosso processo convencional de desenvolvimento de projetos, obras e operação de edificações. Não podemos pensar em “sustentabilidade” sem antes rever nossos processos atuais.

Percebe-se que há algo errado quando, apesar de termos profissionais bem qualificados, os projetos, em momentos iniciais de seu desenvolvimento, já apresentam problemas dos mais variados tipos. Soluções incompatíveis, orçamentos estourados, cronogramas mal definidos e nunca cumpridos e premissas mal estudadas são uma lista preliminar dos intermináveis “imprevistos”. Tais problemas acontecem em qualquer tipo de projeto, mesmo naqueles onde a sustentabilidade ambiental não era um objetivo.

A partir daí o desafio passa a ser o de incorporar sustentabilidade sem acrescentar custos aos orçamentos dos projetos e obras. Isso é possível? Sim!

Em tempo de crise, o mercado começa a perceber que não tem mais como pagar a conta de tantas perdas e, finalmente perceba a urgência de repensar seus atuais modelos de gestão de projetos.

A metodologia de projetos integrados responde as questões acima. Através dela, é possível alocar esforços e investimentos em etapas essenciais ao sucesso dos resultados e conhecer ferramentas que permitem otimizar os processos e talentos dos envolvidos. O trabalho nos direciona sobre como, quando, com quem, porque e de que forma trabalhar para que os melhores resultados sejam alcançados para todos os envolvidos e para o projeto. Desde as etapas mais iniciais, as mais diversas técnicas de moderação e facilitação são empregadas para que o processo atinja o sucesso.

A maneira de trabalhar e se relacionar com seus parceiros de projeto também sofre incríveis transformações. Nossas relações não podem mais ser desinteressantes e a inovação é condição de sucesso para projetos e empresas.

O curso de Projeto Integrado apresentará, na prática, ferramentas e técnicas que permitirão incorporar aos projetos soluções inovadoras em um ambiente divertido e estimulante. Os participantes, ao final do curso, serão capazes de entender os princípios básicos necessários a serem aplicados para o alcance de altas performances técnicas, econômicas e ambientais, com foco em aplicações residenciais que buscam as certificações LEED ou GBC CASA e CONDOMÍNIO.

Pronto para aprender mais? Acesse aqui a grade de cursos do GBC Brasil!

 

por Rosana Correa, Arquiteta, LEED AP BD+C, professora do curso de Projeto Integrado do GBC e sócia fundadora da Casa do Futuroempresa especializada em maximização de performances técnica, econômica e ambiental de projetos

Deixe uma resposta