World Greenbuilding Week – A qualidade do ar de nossas residências

postado em: Sem categoria | 28

28 Respostas

  1. Fátima
    | Responder

    Adorei a palestra. Ela lança à nós, arquitetos, uma nova visão para nossos projetos, priorizando a qualidade do ar interno, e incutindo essa ideia à nossos clientes, porque nada é mais caro do que a nossa saúde.

  2. Percio Ricardo Bomente
    | Responder

    Parabéns. Novamente um conteúdo enriquecedor.

  3. Solemar
    | Responder

    Muito bom, palestra objetiva e muito esclarecedora, parabéns.
    O planeta agradece.

  4. Roseneli Ciampa
    | Responder

    Parabéns adorei toda sua palestra.

  5. Flávio
    | Responder

    Grande tema, Rosana Correa!

    São tantas causas de contaminação em nossos ambientes que desconhecemos. Muito obrigado pelos esclarecimentos!

    Nessa questão da climatização saudável, concordo que ainda temos muito o que evoluir.

  6. Marcelo Mitidieri
    | Responder

    Rosana, bom dia. Primeiramente parabém pela palestra. Pontos importantes foram abordado, especialmente com relação à não exigência da aplicação da ABNT NBR16401-3 para ocupações residenciais.
    Seria interessante que esse assunto fosse abordado na norma de desempenho – ABNT NBR 15575:2013, para tanto comunico que tal norma entrará em revisão e que a participação de pessoal técnico especializado no assunto sempre é bem vindo.

  7. Thiago Souza Paim
    | Responder

    Bom dia,

    gostaria de parabenizar pela palestra fornecida pelos senhores, foi de conteúdo muito enriquecedor, utilizarei as ideias e as dicas passadas nos projetos multifamiliares .

    Att

  8. Marco Borsos
    | Responder

    Ótima apresentação, parabéns pelo trabalho.
    Abraços e sucesso.

  9. Renata Neves
    | Responder

    Na minha cidade, existe uma ventilação excelente. Na minha casa, por exemplo, eu não uso nem um tipo de refrigeração artificial. Eu só preciso abrir a janela, e quando está mais quente, ligo um ventilador.

  10. Francisco de Assis Carvalho Ferraz Junior
    | Responder

    Excelente conteúdo! Altamente esclarecedor.

  11. Ana Lucia Chagas Barbosa Santos
    | Responder

    Parabéns pela palestra, Rosana!!!

  12. Fernando
    | Responder

    Esclarecedor até aqui. Gosto de propostas distópicas A questão de conforto térmico ainda é associada a poder econômico. Nós e eles, quem pode GASTAR mais. Já volto…..

  13. Fernando
    | Responder

    OTIMO CONCEITO + PRÈ OPEAÇÂO = desculpar gritar….

  14. WILTON DANTAS PEREIRA
    | Responder

    Parabéns, excelente conteúdo!!!!!!

  15. Arq. Elisete Machado Salvi
    | Responder

    Excelente abordagem um problema atual que estamos nos debatendo para resolver da melhor maneira possível. Realmente é preciso inovar dentro das circunstâncias. Parabéns!

  16. ana fernandes
    | Responder

    Boa tarde, muito interessante a palestra. E a forma gravada é melhor do que ao vivo pois podemos assistir na hora em que for mais conveniente para cada um. Só sugiro que avisem os palestrantes para desligarem a tarja referente à transmissão ao pé do slide pois ela impede a visão total do conteúdo. Além disso, em alguns momentos o áudio está cortado. Obrigada. Parabéns.

    • gbcbrasil
      | Responder

      Olá Ana!! Muito bem observado! Vamos nos atentar a isto nas próximas edições.

  17. Lucas
    | Responder

    Parabéns pelo trabalho.

  18. DANYELLE BELTRÃO
    | Responder

    Excelente explanação. Parabéns.

  19. Frederico Ribeiro
    | Responder

    Muito interessante!

  20. Michelle
    | Responder

    Excelente, adorei!!! Parabens Rosana!!! Obrigada!!!

  21. Edilaine Souza dos santos
    | Responder

    Parabéns maravilhoso!!

  22. Isabela Saramago
    | Responder

    Muito bom! E vejo que as dificuldades que encontro na execução é NORMAL!
    Obrigada!

  23. Marcela Green
    | Responder

    Sensacional o resumo sobre Inovação e Métodos Integrados de Projeto!!!!
    É isto, Rosana!
    Sustentabilidade no DNA.

    Gratidão 🙂

  24. Andréia da Rosa
    | Responder

    Eu amo este assunto. Trabalhei com manutenção predial durante anos, em ambientes corporativos e fazíamos 2 vezes por ano o controle da qualidade do ar, uns 28 pontos eram medidos + o da rua. Sempre aparecia um espaço em que o ar não estava dentro do limite da norma. O edificio é antigo e todo compartimentado. Difícil de resolver, e as pessoas tbm não achavam isso muito importante…..só quem era alérgico ou tinha outro tipo de doença relacionada com a respiração, Estes exigiam o laudo!

    Beijos e muito obrigada

  25. Cibele Cunha
    | Responder

    Não tinha parado para pensar na questão: QAI x Conforto x Eficiência. Realmente é uma resposta que varia conforme o projeto. Muito bom o webinar Rosana! Obrigada!

  26. Diogenes Júnior Piassini
    | Responder

    Muito bom!!

  27. Carolina T.
    | Responder

    Conteúdo importante e nem tanto comentado na área de construção. Muito obrigada.

Deixe uma resposta