World Greenbuilding Week 2018 – Como a sustentabilidade agrega valor a empreendimentos residenciais

postado em: Sem categoria | 17

17 Respostas

  1. Marcos
    | Responder

    Bela explanação !
    Eu como Engenheiro Civil do projetos multidisciplinares , vivencio suas colocações no cotidiano.
    A fase de planejamento bem alinhada ainda é a melhor solução para evitar o alto custo.
    Temos a missão de fazer o cliente entender o valor agregado e o payback.
    Parabéns pela apresentação!

  2. Solemar
    | Responder

    Palestra de ótima qualidade, concordo plenamente que certificação não é custo e sim investimento e também que a empregabilidade da sustentabilidade na construção civil, não deveria ser opcional e sim, obrigatória.

  3. Flávio
    | Responder

    Antônio Macedo, parabéns!! Excelente tema!

    Acho que a questão da sustentabilidade ainda carece de disseminação. Os compradores não conseguem enxergar além do custo.

  4. antonio
    | Responder

    bom dia! ótimos comentários!
    Sustentabilidade é o presente! sustentabilidade é vida!
    nada deveria ser pensado sem ela!
    existe um site ou um e-mail onde consigo encontrar os passos e dicas para conseguir a certificação na residência?
    obrigado pela palestra Antônio!!

  5. Marco Borsos
    | Responder

    Parabéns pela apresentação Antonio.
    Conscientização e ética!
    Abraços e sucesso.

  6. Daniela dos Santos
    | Responder

    Agora tudo faz sentido!! Concordo que é necessário capacitação e outras formas de abrir a mente das pessoas para a importância de investir na sustentabilidade como forma de melhoria no nosso bem estar e desenvolvimento.
    Estou sem palavras para expressar a “luz” – conhecimento – que esse vídeo passou para mim e que pode ser passado para os demais.

    • Antonio Macedo Filho
      | Responder

      Olá, Daniela.
      Grato por seu comentário. Fico feliz em ajudar.
      Todos podemos fazer algo a respeito.
      Se eu puder colaborar de alguma outra forma, se tiver algum caso específico com o qual esteja envolvida, ou interesse em se aprofundar no assunto, por meio de cursos de atualização (inclusive online), por exemplo, por favor entre em contato: amacedo@ecobuilding.com.br
      Abs,

  7. Vinicius Ferretti
    | Responder

    O valor agregado é amplo, não só nas questões econômicas e ambientais, há também as questões: educacional, social e corporativa, como bem mencionado.

  8. Fernando
    | Responder

    Olha. pela1ª vrez ouço falar em norma de desempenho

  9. Márcio Rolemberg Freire
    | Responder

    Parabéns pela palestra, uma vez que nos provoca a refletir e dar um olhar sustentável em nossos projetos e certamente agregando valor !

  10. WILTON DANTAS PEREIRA
    | Responder

    Vocês estão de parabéns!!!!!

  11. WILTON
    | Responder

    Muito interessante, estou fazendo o meu TCC – sobre Sustentabilidade na Construção Civil – Exemplos de Boas Praticas. Parabéns pelo evento.

  12. Leandro
    | Responder

    Gostaria de agradecer a oportunidade e a todos os envolvidos que estão fazendo este evento acontecer, é de extrema importância a divulgação destas ideias e conceitos para conscientizar a todos dos benefícios ambientais e económicos que estas praticas podem trazer. Vocês abriram uma porta para que mais pessoas tenham o conhecimento desta praticas, tomem iniciativa e busquem cada vez mais se aprofundar no assunto, trazendo melhorias e inovações para esta área que certamente terá um mercado expressivo futuramente.

  13. Kleber Camera
    | Responder

    Grande Professor Antonio Macedo, sábias palavras!! Como construtor e incorporador, tenho essa visão de que a cada dia mais as pessoas vão buscar residências sustentáveis, justamente como dito, elas irão querer proporcionar uma qualidade de vida e uma educação prática de preservação ambiental aos seus filhos. Porém, acredito que falta o conhecimento do público em geral sobre os benefícios da construção sustentável. Precisamos nos dedicar em convencer nossos clientes a investir um pouco mais para ter esse retorno (o que não é nada fácil), e assim disseminar o conceito das residências certificadas.

  14. Andréia da Rosa
    | Responder

    Muito interessante saber que o custo adicional para um projeto integrado e sustentável é de até 4%. Convencer o cliente é uma tarefa árdua, mas será uma vitória quando todos compreenderem todos os benefícios.

    Muito obrigada!

  15. Aurea
    | Responder

    Parabéns Antônio!!!

  16. Antonio Macedo Filho
    | Responder

    Olá, Fernando.
    Grato por seu comentário.
    A Norma de Desempenho está sendo de fato adotada por muitos empreendedores, mas há ainda um longo caminho até que se considere consolidada.
    Certificações ambientais de empreendimentos sustentáveis, como o AQUA-HQE e o GBC Casa e Condomínio, favorecem a qualidade dos ambientes e inclusive preveem o atendimento à NBR 15.575 de maneira específica.
    Nestes casos, com certeza, teremos garantido o elevado nível de desempenho dos ambientes construídos.
    Fico à disposição, se tiver algum caso para o qual possamos, eventualmente, colaborar: amacedo@ecobuilding.com.br
    Abs,

Deixe uma resposta