Retrofit é recurso para adaptar edifícios às exigências da arquitetura

postado em: Matérias | 0

A evolução do tempo deixa suas marcas e isso reflete no estilo de vida da população de cada época. Como consequência, cada período apresenta uma arquitetura característica, desenvolvida para atender às necessidades daqueles habitantes. Com o passar dos anos, as edificações antigas perdem funcionalidade e precisam mudar, até mesmo, para atender às exigências técnicas e de normatização que evoluem com o tempo.

 

Visando proporcionar a revitalização de edifícios, preservando aspectos originais, de acordo com as necessidades e parâmetros atuais, o Retrofit foi desenvolvido e passou a ser aplicado em construções que precisam de adequação. O conceito desta técnica compreende a revitalização de edifícios, preservando aspectos originais, para adaptá-los às exigências e padrões atuais.

 

O Retrofit é baseado na atualização de novas tecnologias; adequação às normas vigentes e novos usos para tornar os espaços funcionais para os atuais usuários; modernização estética e arquitetônica; e aplicação de soluções técnicas para facilitar a manutenção. Em resumo, a utilização desta técnica resulta na renovação completa da edificação.

 

Veja alguns Projetos Certificados LEED O+M (Operação e Manutenção de Edifícios Existentes) e suas Estratégias:

CLIQUE AQUI

 

Antes da decisão pelo Retrofit, é aconselhável que seja feito um estudo para verificar sua viabilidade. Uma vez que a principal preocupação do método é manter as características originais do prédio, o processo pode ser bem mais caro do que uma reforma convencional e, até mesmo, que a construção de uma nova edificação.

 

Comum na Europa, a demanda por este tipo de serviço tem crescido nos últimos anos em grandes cidades brasileiras como São Paulo e Rio de Janeiro, nas quais a prática vem sendo difundida para a revitalização dos centros urbanos e reocupação de prédios históricos. A tendência é de que esta demanda cresça ainda mais.

 

Hoje podemos observar, também, que existem muitos empreendimentos comerciais passando pelo processo de Retrofit. Grandes incorporadoras e investidores compram edifícios comerciais antigos para renová-los e depois comercializá-los. Outro motivo que leva à escolha pelo Retrofit é a falta de terrenos bem localizados para a construção de novos prédios.

 

Compreenda melhor a Certificação LEED O+M (Operação e Manutenção de Edifícios Existentes)

CLIQUE AQUI

 

Para os clientes, o investimento para a adequação dos edifícios costuma ser muito proveitoso. Afinal, não adianta a pessoa investir em melhorias para o apartamento se o prédio não possui uma infraestrutura adequada que valorize o imóvel e facilite o dia a dia do usuário, aumentando a vida útil da edificação.

 

São muitos os fatores que devem ser levados em consideração antes da decisão pela execução ou não de um processo de Retrofit. É necessário uma avaliação criteriosa baseada nos anseios do cliente, custos estimados e a viabilidade logística para a execução.

 

 

Fonte: AECweb 

Deixe uma resposta