Porque a simulação computacional faz parte da busca pela sustentabilidade

postado em: Matérias | 0

Não é novidade que a busca pela sustentabilidade é um assunto cada vez mais presente nas mais diversas atividades da economia. No setor de construção civil, não poderia ser diferente. Quando se fala em sustentabilidade, no entanto, muitas pessoas acabam não se lembrando que há três vetores, para que uma iniciativa ou opção seja sustentável: o vetor social, o vetor ambiental e o vetor econômico. Neste último vetor, a simulação computacional pode fazer uma diferença significativa.

 

O benefício imediato trazido pela simulação computacional, é que a simulação pode trazer as melhores soluções em termos de engenharia. Os diversos sistemas como iluminação, ar condicionado e até mesmo o impacto da envoltória, são bastante complexos para cálculos manuais. No fundo, o processo de simulação fará os mesmos cálculos que um humano faria para escolha dos melhores sistemas, com a diferença de que poderá fazer cálculos com alta precisão para cada hora do ano, sem aproximações ou simplificações (partindo do princípio que a descrição do edifício bate com a realidade). Como diria W. Edwards Deming, inventor de métodos para o censo moderno, “Em Deus confiamos, todos os outros devem trazer dados”. Uma vez de posse desses dados, o empreendedor pode tirar diversas vantagens.

 

A primeira delas, é a valorização do empreendimento. Um edifício bem projetado, com sistemas bem escolhidos, e principalmente com essas escolhas verificadas numericamente, certamente terá menor custo operacional e até melhor rendimento dos ocupantes. Não deve ser surpresa o fato de que este é um excelente caminho para valorização do empreendimento. Não é à toa, que a simulação é a principal ferramenta do crédito de maior pontuação da certificação LEED.

 

Aliás, também é possível reduzir custos do desenvolvimento do empreendimento, pois o próprio processo de cálculo, quando introduzido no início da etapa de projeto, poderá ser também benéfico para reduzir o tempo e o esforço gasto nesta etapa, trazendo não apenas a melhor solução, mas também em um tempo menor.

 

Outra vantagem, é permitir melhor planejamento financeiro na concepção do projeto. É comum que as opções de desempenho extraordinário, como sistema de ar condicionado mais eficiente, ou vidros que tenham ótimo desempenho térmico, sejam mais caros, de forma que nem sempre o orçamento é suficiente para a opção número um de todos os sistemas. A simulação e seus cálculos será a melhor opção para encontrar as opções que geram o melhor resultado e ao mesmo tempo ficam dentro do orçamento.

 

Inscrições abertas para o Curso Simulação Computacional Termoenergética: EnergyPlus®” em São Paulo

Saiba mais

 

Diante de tantos benefícios, recomenda-se que esta opção seja explorada ao máximo, com as melhores ferramentas possíveis. O EnergyPlus (também chamado de E+), é uma ferramenta com grande destaque para simulação computacional, pois é um dos softwares mais completos, com as mais diversas opções de cálculo para grandezas físicas, e principalmente opções completas para todos os sistemas prediais. Dessa forma, um profissional treinado nesta ferramenta poderá fazer a sustentabilidade cada vez mais presente no seu empreendimento também.

 

 

Texto escrito por:

Daniel Fraianeli, Gerente de Produtos da LG Electronics, empresa Membro do GBC Brasil, e professor do curso “Simulação Computacional Termoenergética: EnergyPlus®” oferecido pelo GBC Brasil

Deixe uma resposta