Os assuntos que são tendência no mundo da Construção Civil Sustentável, apresentados em 15 Sessões Educacionais da Expo Greenbuilding Brasil 2016

postado em: Sem categoria | 0

Tendências

A 7° edição do Greenbuilding Brasil Conferência Internacional & Expo esta chegando! O evento é um excelente local para compartilhar experiências, aumentar o benchmarking e conectar-se com influentes personalidades do setor de construção sustentável mundial.

Por meio da plataforma de transformação de mercado, “Call for Proposal”, compartilhada com a Greenbuild – maior evento do mundo em construção sustentável – profissionais renomados se candidataram à palestrar na Conferência do GBC Brasil. Após a inscrição, cada Sessão foi revisada 6 vezes além de ser submetida à duas fases de Revisão, por cerca de 80 profissionais – 62 na primeira fase e 20 na segunda fase – que aprovam “apenas” 48 Sessões Educacionais que serão apresentadas durante os dias 09 a 11 de agosto.

Com tantas palestras interessantes para você ver, separamos 15 assuntos que são tendência no mundo da Construção Civil Sustentável:

 

1: Porque escolher Infraestruturas Verdes? Uma Nova Visão Para Água

Sessão-1---B02

Marcelo Vassalo, Proprietário da Oficina da Paisagem, explicará que a infraestrutura verde é, realmente, uma ampla área de investigação. Há pessoas que usam o termo para redes de planejamento do espaço urbano aberto que prestam diversos serviços do ecossistema. No domínio da infraestrutura de águas pluviais verde, a ideia básica é que você tente proteger corpos receptores de água contra a poluição e, na medida do possível, crie outros benefícios secundários, habitat para animais selvagens, amenidades urbanas, etc. Dependendo do contexto da infraestrutura construída, diferentes tipologias de infraestrutura verde serão mais apropriadas.

 

2: Menos energia, mais calorias: desenhando cidades mais ativas

Sessão-2---B03

Gabriela Callejas, cofundadora do Cidade Ativa, apresentará o histórico do conceito active design e diretrizes colocadas no “Active Design Guidelines” e introduzirá a problemática no Brasil. Na sequência, participantes serão convidados a elaborar estratégias para reduzir consumo energético/aumentar gasto calórico em situações específicas colocadas pela apresentadora. O intuito é levantar, através de um brainstorming, ideias de leis, pesquisas, projetos, checklists, campanhas, programas políticos ou outras iniciativas que incorporem os conceitos introduzidos pelo active design à realidade brasileira.

 

3: WOOD SEMINAR: Aplicações de Madeira na Arquitetura e no Design

Sessão-3---B01

Hélio Olga de Souza Jr, fundador da Ita Construtora, Paula SertórioVictor Paixão, da PAX.ARQ, mostrarão aos profissionais da construção civil como a madeira pode ser um excelente material de construção, pois além de ser versátil e possuir diversas aplicações, promove a exploração de nossas florestas de forma sustentável, em prol de sua conservação.

 

4: Gerenciamento de Instalações: Zerando os Resíduos

Sessão-4---C02

Thiago Branquinho, Fundador e CEO da Lix0, apresentará um modelo de gestão que pode ajudar a sensibilizar os usuários, minimizar os custos de gestão de resíduos, reduzir impactos ambientais diretos e indiretos, e permitir a inclusão social de catadores de lixo. Aproveitando-se as novas tecnologias, gestão de resíduos pode configurar parte dos indicadores estratégicos dos edifícios, por influência direta no desempenho da instalação. Por exemplo, painéis interativos de gestão de resíduos, soluções da Internet of Things (Internet das Coisas), e máquinas de fabricação digitais podem configurar um novo paradigma para os processos de eliminação e reciclagem.

 

5: Promoção de Serviços Ambientais: a floresta urbana e a produção de água

Sessão-5---C03

A palestra da Miriam Falotico, Bióloga da Secretaria do Verde e Meio Ambiente de São Paulo, abordará estudos de caso onde os conceitos de recuperação de corpos hídricos em áreas urbanas foram implantados incluindo temas inovadores e recorrentes como o estimulo a recuperação de florestas urbanas e a recuperação de nascentes como forma de promoção dos serviços ambientais, como a produção de água em qualidade e quantidade em área urbana.

 

6: Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono no Brasil

Sessão-6---D02

Na apresentação de Maria Carolina Fujihara, coordenadora Técnica do GBC Brasil, Igor Albuquerque, Climate Change Manager at ICLEI, Maurício Guerra, secretário executivo de Sustentabilidade, e Roberto Strumpf, Founding Partner at PangeaCapital, será apresentado sobre o projeto URBAN LEDS, o caso de Recife e o caso do Parque da Cidade, um bairro em São Paulo que utilizou a metodologia GPC – Global Protocol for Community – Scale Greenhouse Gas Emission Inventories, que foi desenvolvida pelo GHG Protocol (maior ferramenta internacional de avaliação de emissões), criada para medir, reduzir e controlar as emissões de GEE de cidades no mundo todo.

 

7: Biomimética, como a Natureza pode inspirar inovações na Construção

Sessão-7---D03

Ricardo Mastroti, Partner na Bemtevi Investimento Social e Biomimética, Alessandra Araujo, Diretora Executiva na GCP Arquitetos, e Sérgio Coelho, Principal at GCP Arquitetos, apresentarão o que é Biomimética e Metodologia para aplicação, assim como o conjunto de valores chamado Life Principles. A metodologia apresentada é a desenvolvida pela Biomimicry 3.8. Visando facilitar a abrangência da aplicação, serão apresentados muitos exemplos de produtos que foram criados inspirados na natureza. Será também apresentado o projeto pioneiro de um hotel realizado pela GCP usando Biomimética. Após a parte teórica e para melhor compreensão sobre o tema, faremos duas dinâmicas para observar e identificar características em alguns exemplos.

 

8: Planejamento Urbano integrado no Nordeste – Case LEED ND Reserva Camará

Sessão-8---F04

Felipe Coelho, Gestor de Sustentabilidade da Reserva Camará e Serapião B. Neto, Diretor do SINDUSCON/PE, Diretor-presidente da Incorporadora Reserva Camará, irão apresentar a Reserva Camará – Complexo Multiuso, que é um projeto inovador, associado a 48 conceitos de sustentabilidade, que prioriza a preservação do meio ambiente e a qualidade de vida das pessoas, concebido para ser um exemplo de empreendimento integralmente sustentável em todas as suas etapas: Desmonte das atuais edificações; Construções dos novos projetos; e Operação dos equipamentos.

 

9: Engajando Stakeholders na busca de Materiais de Construção mais Saudáveis

Sessão-9---F01

A palestra de Karen Burbano, Design & Construction Integrator at Google, Luis Leal, consultor de sustentabilidade na CTE, e Leonardo Caion-Demaestri, Latin America Technology Practice Area Leader at Gensler, tem o objetivo de compreender a importância dos materiais de construção para espaços mais saudáveis e o programa da Google para promover o bem-estar em seus projetos, descrever o progresso da conscientização sobre a sustentabilidade de materiais, realizar conversas fundamentadas sobre materiais saudáveis com os fabricantes e compreender o uso do Portico como uma ferramenta para auxiliar no rastreamento de pontos para a certificação.

 

10: Walkability, um grande passo para a sustentabilidade urbana

Sessão-10---F02

Myriam Francisco, Coordenadora de Equipe da área de Sustentabilidade no CTE, e Benedito Abbud, proprietário da Benedito Abbud Paisagismo Planejamento e Projetos, apresentarão ao público como as estratégias de pedestrianização em intervenções urbanísticas podem impactar a qualidade ambiental e o desenvolvimento urbano sustentável. Além de uma abordagem conceitual sobre o tema, pautada na discussão teórica especializada atual, serão apresentados projetos recentes no Brasil e no Mundo considerados referência em Walkability para a evolução do desenho urbano sustentável no Brasil.

 

11: APIS: Desenvolvendo Protótipos de Banheiros de Emergência para Desastres Relacionados à Chuva

Sessão-11---G02

Marina Lima Medeiros, Professora na Universidade Ibirapuera e Arquiteta, e Lara de Senne, Professora da FAU USP, mostrarão que, no Brasil, inundações e deslizamentos de terra são eventos muito comuns que afetam uma população vulnerável, que geralmente necessita improvisar acomodações. Abrigos temporários são adotados como planos de ação a curto prazo e têm sido insuficientes, e, ocasionalmente, inadequados. O Projeto APIS propõe um banheiro de emergência, com chuveiros, lavatórios e vasos sanitários que podem ser transportados para o local onde a população está alojada durante os desastres. Esta apresentação irá focar nos novos desafios que o grupo de pesquisa NOAH – Núcleo Habitat Sem Fronteiras está enfrentando e as soluções de design para as questões práticas.

 

12: Módulos fotovoltaicos orgânicos: pesquisa, desenvolvimento e produção no Brasil

Sessão-12---I01

Na palestra de Tiago Maranhão Alves, CEO do Centro de Inovações CSEM Brasil, será apresentada uma visão geral da trajetória de pesquisa, desenvolvimento de produto e produção dos filmes fotovoltaicos orgânicos (OPV), a terceira geração de células fotovoltaicas, assim como aplicações da tecnologia e dados de mercado.

 

13: Gerenciamento de Água de Chuva inovador em Washington D.C. e Honduras

Sessão-13---J01

Chris Earley, presidente e proprietário do Greening Urban LLC, fornecerá uma visão geral dos regulamentos de longo alcance de gestão de águas pluviais em Washington, DC, e como eles estão impulsionando a inovação da água e desafios relacionados, além de como a gestão de águas pluviais é um imperativo de justiça ambiental e social. Exemplos de projetos específicos de Washington serão mostrados com foco na gestão de águas pluviais e comparados / contrastados com os projetos que trabalhou em San Pedro Sula e Tegucigalpa, Honduras. O papel da tecnologia, regulamentações governamentais, equipes de projeto integradas, da comunidade e das parcerias público-privadas será discutido, uma vez que se relacionam à integração de água e infraestrutura verdes em projetos de múltipla escala.

 

14: Aprendizagem projetual para catalisar mudanças na América Latina

Sessão-14---L01

David Dominguez, Coordenador de Projetos LEED no Edmonds International, Hector Miranda, Director Gerente at Red Regenerativa, e Mauricio Ramírez, Sustainability Consultant en Lend Lease México, explicam a estratégia para a América Latina com os atuais LEED-Labs, incluindo tópicos como: desafios transformados em oportunidades, tarifas, esforços de envolvimento de inquilinos e criação de uma rede de líderes fortes no desenvolvimento sustentável. Numa sessão informal, os participantes da sessão irão avaliar uma estratégia de implementação LEED-Lab com auxílio do palestrante.

 

15: Mitos e Verdades sobre o retrofit de iluminação com a tecnologia LED

Sessão-15---L04

A proposta do Igor Nobrega, Demand Generation Leader na Philips Lighting, e Camilla Viterbo, Consultora da APET – Avaliações Patrimôniais e Estudos Técnicos, será apontar os mitos e verdades que envolvem o processo de retrofit, muitas vezes confundido com a simples troca de tecnologia. Sabe-se que o trabalho de retrofit envolve questões que vão além da simples substituição. É fundamental que os equipamentos estejam vinculados ao projeto luminotécnico e às normas. Muitas empresas ligadas somente à venda de produtos não estão preocupadas em fazer com que o cliente diminua a quantidade existente, pois isto implicaria na diminuição do lucro das vendas.

 

casaUma das novidades do Greenbuilding Brasil 2016 será o Espaço Conceito GBC Brasil Casa, que consiste em uma exposição demonstrativa e educacional dos conceitos de sustentabilidade presentes nas certificações Referencial GBC Brasil Casa e LEED. Trata-se de um showroom de inovação à disposição de todos os visitantes.
Saiba mais clicando aqui

 

 

 

 

 

Inscreva-se-Evento Sessões-Edu---Botão-Blog Visitação---botão-blog

Deixe uma resposta