Água nos edifícios e nas Cidades – 6 Sessões Educacionais imperdíveis!

postado em: Dicas | 0

Água

A 7° edição do Greenbuilding Brasil Conferência Internacional & Expo esta chegando! O evento é um excelente local para compartilhar experiências, aumentar o benchmarking e conectar-se com influentes personalidades do setor de construção sustentável mundial.

Por meio da plataforma de transformação de mercado, “Call for Proposal”, compartilhada com a Greenbuild – maior evento do mundo em construção sustentável – profissionais renomados se candidataram à palestrar na Conferência do GBC Brasil. Após a inscrição, cada Sessão foi revisada 6 vezes além de ser submetida à duas fases de Revisão, por cerca de 80 profissionais – 62 na primeira fase e 20 na segunda fase – que aprovam “apenas” 48 Sessões Educacionais que serão apresentadas durante os dias 09 a 11 de agosto.

Com tantas palestras interessantes para você ver, separamos 6 que são IMPERDÍVEIS para quem se interessa pelo tema água :

1: Por que escolher Infraestruturas Verdes? Uma nova visão para Água

B02

 

Marcelo Vassalo, Proprietário da Oficina da Paisagem, e Cauê Abreu, Coordenador de engenharia na Phytorestore, explicarão que a infraestrutura verde é, realmente, uma ampla área de investigação. Há pessoas que usam o termo para redes de planejamento do espaço urbano aberto que prestam diversos serviços do ecossistema. No domínio da infraestrutura de águas pluviais verde, a ideia básica é que você tente proteger corpos receptores de água contra a poluição e, na medida do possível, crie outros benefícios secundários, habitat para animais selvagens, amenidades urbanas, etc. Dependendo do contexto da infraestrutura construída, diferentes tipologias de infraestrutura verde serão mais apropriadas.

 

2: Promoção de Serviços Ambientais: a floresta urbana e a produção de água

C03A palestra da Miriam Falotico, Bióloga da Secretaria do Verde e Meio Ambiente de São Paulo, abordará estudos de caso onde os conceitos de recuperação de corpos hídricos em áreas urbanas foram implantados incluindo temas inovadores e recorrentes como o estimulo a recuperação de florestas urbanas e a recuperação de nascentes como forma de promoção dos serviços ambientais, como a produção de água em qualidade e quantidade em área urbana.

3: Redução do consumo de água em hospital e Logística Reversa de louça sanitária

E03

O foco da apresentação do Osvaldo Oliveira Junior, Coordenador da Engenharia de Aplicação da Deca, será a implementação do Programa para Conservação da Água, Deca|PROÁGUA, em um bloco do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo. A iniciativa tem como objetivo a redução do consumo de água deste edifício, através da troca de produtos hidráulicos antigos por outros novos economizadores, assim como pela adequação de sistemas hidráulicos e de serviços associados ao tema. Como complemento à ação, as louças sanitárias (especificamente as bacias sanitárias antigas) retiradas do edifício foram separadas, desmontadas e encaminhadas a uma unidade fabril da Deca em Jundiaí, para que passagem por processo de moagem, possibilitando a reutilização deste material no próprio processo produtivo da unidade, como a venda para outras empresas que possam também utilizar este material em sua produção.

 

4: Desenvolvendo Protótipos de Banheiros de Emergência para Desastres Relacionados à Chuva

G02

Marina Lima Medeiros, Professora na Universidade Ibirapuera e Arquiteta, e Lara de Senne, Professora da FAU USP, mostrarão que, no Brasil, inundações e deslizamentos de terra são eventos muito comuns que afetam uma população vulnerável, que geralmente necessita improvisar acomodações. Abrigos temporários são adotados como planos de ação a curto prazo e têm sido insuficientes, e, ocasionalmente, inadequados. O Projeto APIS propõe um banheiro de emergência, com chuveiros, lavatórios e vasos sanitários que podem ser transportados para o local onde a população está alojada durante os desastres. Esta apresentação irá focar nos novos desafios que o grupo de pesquisa NOAH – Núcleo Habitat Sem Fronteiras está enfrentando e as soluções de design para as questões práticas.

 

5: Cidades Verdes de 3 Gerações: Como a vegetação pode mudar nossas cidades

H02

Ricardo Cardim, Diretor da Ricardo Cardim Paisagismo Sustentável e SkyGarden Telhados e Paredes Verdes, traz a proposta de apresentar o que chamamos de “Cidades Verdes de 3° Geração”, uma cidade adaptada as condições naturais brasileiras e com estratégias no uso da vegetação urbana e de seus arredores como ferramenta para abundância de água, energia e qualidade de vida, e que promova a minimização de danos causados por eventos climáticos extremos e deficiências crônicas na infraestrutura originadas da urbanização sem planejamento. As “Cidades Verdes de 3° Geração” promovem o equilíbrio entre a cidade moderna e a paisagem natural, trazendo o melhor dos dois mundos para as suas populações dentro dos cenários futuros de intensa urbanização e mudanças climáticas.

 

6: Gerenciamento de Água de Chuva inovador em Washington D.C. e Honduras

J01

Chris Earley, presidente e proprietário do Greening Urban LLC, fornecerá uma visão geral dos regulamentos de longo alcance de gestão de águas pluviais em Washington, DC, e como eles estão impulsionando a inovação da água e desafios relacionados, além de como a gestão de águas pluviais é um imperativo de justiça ambiental e social. Exemplos de projetos específicos de Washington serão mostrados com foco na gestão de águas pluviais e comparados / contrastados com os projetos que trabalhou em San Pedro Sula e Tegucigalpa, Honduras. O papel da tecnologia, regulamentações governamentais, equipes de projeto integradas, da comunidade e das parcerias público-privadas será discutido, uma vez que se relacionam à integração de água e infraestrutura verdes em projetos de múltipla escala.

 

Veja a grade completa do evento 

VEJA AQUI

Todos os anos o Greenbuilding Brasil Conferência & Expo traz diversas novidades. Neste ano não poderia ser diferente:

 

CASA CONCEITO WOMAN IN GREEN

 

Além da palestra de abertura com o Ex-Ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa!

Deixe uma resposta