Engenheiros: 15 Sessões Educacionais que você tem que ver!

postado em: Dicas | 0

15-Headder

 

A 6° edição do Greenbuilding Brasil Conferência Internacional & Expo é um excelente local para compartilhar experiências, aumentar o benchmarking e se conectar com influentes personalidades do setor de construção sustentável mundial.

Por meio da plataforma de transformação de mercado, “Call for Proposal”, compartilhada com a Greenbuild – maior evento do mundo em construção sustentável – profissionais renomados se candidataram à palestrar na Conferência do GBC Brasil. Após a inscrição, cada Sessão foi revisada 6 vezes além de ser submetida à duas fases de Revisão, por cerca de 70 profissionais – 47 na primeira fase e 20 na segunda fase – que aprovam “apenas” 60 Sessões Educacionais que serão apresentadas no evento.

Com tantas palestras interessantes para você ver, separamos 15 que são IMPERDÍVEIS para Engenheiros:

 

1.

Palestra-A01Vanderley Moacyr, Escola Politécnica, abordará o conceito de superfícies frias, revestimentos que reduzem a temperatura interna dos edifícios e das ilhas de calor urbana por refletirem para o espaço parte da radiação solar. Será feita uma comparação entre as superfícies frias em outros países e no Brasil explorando as diversas vantagens e benefícios destas novas tecnologias.

 

 

2.

Palestra-A02

Gretchen Sweeney, Diretora USGBC , Debra Gondeck-Becker, Americas Construction Leader da Honeywell Anderson Benite, Diretor de Sustentabilidade da CTE – Centro de Tecnologia de Edificações.

A apresentação abordará estudos de casos de projetos que utilizam LEED EB O+M, LEED Dynamic Plaque, e sistemas e tecnologias de gerenciamento de construção para aprimorar o desempenho do edifício. A palestra responderá perguntas como:
Após a ocupação, o que aprendemos sobre como evoluir? O que temos aprendido com os primeiros adeptos do Leed Dynamic Plaque?

 

 

3.

Palestra-D03

Danielle Garcia, Diretora da Casa do Futuro, Fernanda Magalhães, Consultora LEED da Casa do Futuro e Rosana Correa, Sócia da Casa do Futuro, levantarão aspectos positivos e negativos de metodologias utilizadas no desenvolvimento dos projetos e como, ao contrário do que o mercado acredita, a sustentabilidade ambiental pode maximizar valores e lucros de um projeto. Serão ressaltadas as deficiências da maneira convencional de projetar e, através de exercícios práticos, será provada a melhoria de resultados através de práticas e ferramentas mais modernas como o Processo de Projeto Integrado – necessário para a V4 LEED – e o BIM.

 

4.

Palestra-E03Marcelo Nudel, Consultor de Sustentabilidade Sênior da Arup, Esta sessão abordará o conceito de praça pública aberta dentro de empreendimentos de propriedade privada e a metodologia desenvolvida pela ARUP para avaliar as condições de conforto ao ar livre, utilizando análise computacional avançada para ter acesso à energia eólica e solar e modernos softwares.
Serão apresentados três estudos de caso através dos quais arquitetos e paisagistas conseguiram condições de conforto de alta qualidade em espaços ao ar livre em grandes projetos em áreas no Brasil.

 

 

5.

Palestra-E05Fábio Colela, Diretor da Envac Brasil e Saulo Nunes, Diretor Incorporações Odebrecht Realizações Imobiliárias, abordarão as vantagens de utilização do sistema ENVAC (tecnologia pioneira que permite a coleta automatizada de resíduos sólidos à vácuo) através do estudo de caso da implantação desta tecnologia no Parque da Cidade. A adoção desse sistema trás como benefícios, além de uma gestão mais limpa e eficiente, a redução da quantidade de rejeitos encaminhados para aterros e a redução de viagens de caminhões de lixo necessárias para atender o empreendimento, promovendo, assim, o descarte ambientalmente correto dos resíduos produzidos.

 

 

6.

Palestra-F01Casius Pealer, Diretor da Sustainable Real Estate Development Assoc. AIA, Roberto Moris, Pesquisador Chefe da National Research Center for Integrated Natural Disaster Management e Stuart Brodsky, Diretor da Center for the Sustainable Built Environment da Schack Institute of Real Estate, abordarão questões de planejamento e desenvolvimento encontradas por profissionais que trabalham para integrar os princípios de design sustentável em esforços de reconstrução. A apresentação incluirá estudos de caso e lições com a reconstrução após o furacão Sandy na cidade de Nova York, NY (2012 até o momento), a reconstrução após o terremoto em Santiago, Chile (2010 até o momento) e a reconstrução de Nova Orleans, LA, após o furacão Katrina (2005 até o momento).
Os participantes sairão desta apresentação com uma compreensão complexa destas questões-chave, bem como exemplos concretos de sucesso e fracasso.

 

 

7.

Palestra-G01

Juliana Coelho, Responsável pelas certificações ambientais da Ilha Pura e Mariana Spignardi, Head of Sustainability Ilha Pura

Esta sessão irá apresentar soluções inovadoras implantadas na primeira fase do novo bairro planejado na região da Barra da Tijuca, a Ilha Pura, visando o uso racional de recursos e redução do impacto ambiental.
Antes de ser entregue aos clientes finais, os apartamentos acomodarão os atletas das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. A Ilha Pura tem como principal pilar de desenvolvimento a sustentabilidade, implantada desde a instalação do canteiro de obras ao desenvolvimento do produto.

 

 

8.

Palestra-G04

Carlos Alexandre Mourão, Diretor Técnico da C.Rolim.

Essa sessão irá fornecer uma visão geral do processo de certificação do primeiro empreendimento residencial vertical LEED no Brasil: o Paço das Águas, localizado em Fortaleza, LEED for Core&Shell Certified. Será compartilhada toda a experiência com o processo de certificação do Paço das Águas, mostrando que é possível alcançar a certificação sem consultoria externa, internalizando as responsabilidades e sem exceder o orçamento.

 

 

9.

Palestra-G05

Cristina Umetsu, Manager of Green Building Design Consulting da CTE – Centro de Tecnologia de Edificações.

Esta sessão abordará a evolução do mercado da construção civil nesses últimos 10 anos, por conta da certificação LEED. Os participantes irão compreender como o avanço da tecnologia foi essencial para o sucesso de 100 empreendimentos certificados LEED, quais os desafios esperados para os players da construção civil em relação à certificação de projetos na nova versão do LEED e alguns dos novos temas abordados no LEED v4.

 

 

10.

Palestra-H02

Rafael Pelli, Sócio da Pelli Clarke Pelli Architects e Javier Gonzales Campana, sócio da Balmori Associates, apresentarão o case São Paulo Corporate Towers.

Esta sessão irá destacar a importância da colaboração entre a arquitetura, paisagem e sustentabilidade e mostrar que a experiência qualitativa de um bom projeto é tão importante para a sustentabilidade como as métricas quantitativas. A conexão com a natureza, luz e sombra, brilho, controle de som, luz natural interior e seleções de materiais impactam a experiência de uma construção de formas não claramente representadas em planilhas de pontuação.

 

 

11.

Palestra-I02David Kaneda, Diretor da Integral Group, abordará um novo modelo de custo de energia zero em um edifício nos Estados Unidos com o objetivo de provar que edifícios que seguem este modelo podem ser projetados e construídos com potencial para gerar um retorno maior do que empreendimentos imobiliários convencionais. Serão mostradas estratégias para gerenciar os custos de concepção, construção, operação e financiamento de uma reforma com custo zero de energia a partir da perspectiva do desenvolvedor e da equipe de design.

 

12.

Palestra-I03Eleonora Zioni, Diretora Executiva da Asclépio Consultoria, José Eduardo Módica, Engenheiro Civil Consultor da Petrobrás S/A e Maíra Macêdo, Coordenadora de Relações Institucionais e Governamentais do GBC Brasil, apresentarão o resultado da pesquisa de estudo de casos realizada no Brasil em 2015, com base no relatório desenvolvido pelo WorlGBC. A pesquisa tem o objetivo de demonstrar que Green Buildings podem afetar a saúde, satisfação e o desempenho de funcionários nas empresas. Para a primeira fase de análise deste estudo serão considerados escritórios certificados LEED CI dentro de um edifício certificado LEED CS ou LEED EB OM.

 

 

13.

Palestra-I04Olivia Bazzetti Marques, Coordenadora de Obras Sustentáveis na CTE – Centro de Tecnologia de Edificações, Luis Filipe Junqueira, Engenheiro Ambiental da PDG e Daniel Kamekichi Ohnuma, Gerente de Obras Sustentáveis da CTE – Centro de Tecnologia de Edificações mostrarão através de exemplos práticos e cases quantitativos como é possível reduzir riscos e custos do m2 de construção, através da sustentabilidade no canteiro de obras, e a importância e dificuldades de colocar na ponta do lápis os custos e mensurar essas estratégias. Serão abordadas estratégias sustentáveis de redução de custos e riscos em canteiros de obras através da implementação de estratégias sustentáveis.

 

 

14.

Palestra-J02Alan Scot, Diretor da YR&G, Ian Mckee, Presidente EcoArenas e Carlie Bullock-Jones, Fundadora e Diretora da Ecoworks Studio,  analisarão os últimos números e conquistas da Green Sports Alliance, organização sem fins lucrativos fundada há cinco anos e que começou este movimento nos Estados Unidos, e explicaremos como este sucesso pode ser replicado no Brasil.

Vamos discutir como o cenário de negócios em constante mudança tem feito os designers, líderes de times, governos locais e gestores de instalações pensarem de forma mais significativa e agressiva sobre o projeto do estádio ecológico, operações de construção sustentável e até mesmo iniciativas ecológicas nos bairros.

 

 

15.

Palestra-L011Jennifer Sutherby, Arquiteta da NBBJ, irá abordar o conceito de “lean design and construction” (projeto e construção enxutos), que tem sido adotado por todo mercado para produzir edifícios melhores. Iremos destacar os processos necessários e identificar as principais etapas e os membros da equipe necessários para implementar um edifício bem sucedido baseado nos princípios de projeto enxuto e sustentabilidade.

 

 

Clique aqui e envie sua proposta.

 

Você pode enviar uma proposta educacional para ser um palestrante e ao mesmo tempo, ser um revisor de outras propostas! Desta forma, é possível você entender como outras propostas são enviadas, avaliar e melhorar suas futuras propostas educacionais.

 

Seja também um revisor das sessões educacionais nacionais e internacionais Clique aqui e inscreva-se!

Deixe uma resposta